Blog

COOKING CLASS LANGUAGUE IN LIFE BRASÍLIA

CHIPS COOKIES

Ingredients

1 large egg

½ cup of sugar

½ cup of brown sugar

5 tbsp of margarine

1 ½ cup of flour

½ tsp of salt

½ tsp of baking soda

½ cup of chopped nuts

¾ cup of semisweet chopped chocolate

How to prepare

Mix sugar, brown sugar, margarine and egg into a mixing bowl.

Stir in the flour, the baking soda and the salt.

Chop the chocolate into small pieces.

Stir in the chopped chocolate and nuts.

Drop dough by rounded tablespoons full onto a cookie sheet.

Bake for 10 to 12 minutes or until light brown.

Adultos e crianças aprendem inglês do mesmo jeito?

Cada pessoa independentemente da idade pode aprender um outro idioma. Apesar das crianças terem algumas vantagens na aquisição de uma segunda língua, como a pronúncia e a compreensão oral, isso não significa que uma pessoa adulta não possa aprender também. Aliás, uma das diferenças é que o adulto tem um entendimento maior de um sistema linguístico e isso facilita a compreensão da gramática.

Para as crianças, aprender inglês é muito mais natural (quando exposto a uma metodologia coerente), uma vez que as habilidades orais (o ouvir e o falar) são desenvolvidas primeiramente, assim como na língua materna. Já o adulto acaba ficando mais preso a leitura e escrita. E é justamente isso que deveria ser evitado. As aulas iniciais para os adultos deveriam ser parecidas, neste sentido, com a das crianças.

E, sim é possível promover uma aula eficiente para todas as idades seguindo uma mesma filosofia de ensino. Tanto com adultos quanto com crianças, pode-se usar as mesmas técnicas de aprendizagem; desde que as abordagens, assuntos e interesses sejam adaptados de acordo com cada faixa etária. O importante é que as aulas tenham a prioridade de fazerem os alunos ouvirem e falarem o idioma em diferentes contextos que façam sentido para eles.

Pois para aprenderem uma língua os alunos precisam ser protagonistas dos momentos de aprendizagem, precisam saber o objetivo de cada atividade, precisam poder fazer escolhas e precisam poder falar o que sentem e o que querem. Precisam ter voz, não importando a idade que tenham.

Na metodologia de ensino da Language in Life utilizamos diferente teorias e adequamos com outros conhecimentos adquiridos em mais de 12 anos de atuação no mercado de ensino de inglês. O nosso método é utilizado para crianças e adultos: começamos com os filhos e, com o passar dos anos, os pais também quiseram praticar inglês conosco. Por isso, seguimos os mesmos “class steps” para crianças e adultos, o que personalizamos são os interesses. Por exemplo, quando usamos um jogo de memória em aula com o tema de animais, que pode parecer a princípio infantil, dependendo da idade, mudamos a abordagem para explorar e o que exigir. Desta forma, o que buscamos como valor na Language in Life é tornar o processo de aprendizagem do aluno, independentemente da idade, prazeroso e eficiente.

Singleton, D. (2002). The age factor in second language acquisition (2nd ed.). Clevedon: Multilingual Matters.

Philip, J. (2008). Second Language Acquisition and the Younger learner. Amsterdam: John Benjamins Publishing Company.